O Restaurante

Matuto Restaurante

“Expressar nos pratos a história da minha família, resgatar memórias e manter viva a tradição em servir bem aos clientes”

Com essa frase, a chef Marina Pereira Alvim sintetiza o conceito do Matuto Restaurante que traz a simplicidade da comida caipira, elaborada com os sabores e temperos da fazenda, com um toque moderno e excêntrico.

O Matuto, sujeito curioso e ingênuo, mas de personalidade forte, é representado de forma singular pela cozinha autoral. Em meio à natureza, os ambientes do restaurante, localizado à Fazenda Santa Maria, em Cravinhos, se destacam pela harmonia entre a tradição e a vanguarda, representando,  ao mesmo tempo, a calmaria e o dinamismo da cidade.

Nesta mistura do regional com o contemporâneo, a chef expressa a valorização da cultura local, proporcionando bem-estar, bom paladar e uma experiência única. Trata-se de uma forma autêntica de praticar a culinária brasileira: aquela que proporciona aos clientes a possibilidade de reviver suas próprias raízes.

O local

Mais de 500 mil metros quadrados fazem parte do Residencial Fazenda Santa Maria, fundada em 1965, com alamedas ladeadas por mais de 20 mil árvores com mais de 40 mil mudas e flamboyants centenários, lagos tranquilos, deliciosos recantos, ciclovias e a Capela Sagrado Coração de Maria.

Preservadas algumas características da casa colonial, o Matuto Restaurante proporciona ao cliente vivenciar o ambiente das antigas fazendas de café, por meio do chão batido, dos lampiões e cristaleiras – elementos tradicionais que dividem espaço com quadros e artigos da modernidade, dando um charme todo especial ao ambiente, recriando, com o máximo de sofisticação, os hábitos familiares.

Sabores e lembranças pela Chef Marina Pereira Alvim

Sou amante do campo, fiel as tradições familiares e apaixonada pela culinária, de preferência interiorana. Procuro expressar toda minha técnica e criatividade na gastronomia caipira com pratos artesanais e sabores excêntricos e arrojados.

Por experiência sei que alguns ingredientes podem parecer simples, mas quando apreciados surpreendem o paladar e podem trazer fortes memórias de sua vida.

As receitas tradicionais e as refeições em família sempre estiveram presentes na minha vida. Particularmente aprendi muito com minhas tias e avós, que sempre estiveram ligadas à gastronomia de alguma forma. Uma vez, escutei de uma tia, uma história que vou levar para sempre comigo: o melhor lugar para reunir as pessoas é em volta de uma mesa, pois quando estamos nos alimentando, e ao mesmo tempo conversando, o alimento desperta sensações e sentimentos, a conversa flui, as gargalhadas vêm, todos se divertem e aquele momento se torna um dos melhores já vividos.

E para tal não importa o tipo de alimento, pode ser um prato autoral, macarrão ou pizza, por exemplo, qualquer coisa será válida para tornar o momento especial. Pois a união de ingredientes é uma brincadeira, um tanto quanto arriscada, mas divertida, na minha opinião.

Mas obviamente não possuo conhecimento de tudo, aos poucos, e diariamente, vou conhecendo, elaborando e provando diferentes combinações de sabores. Pesquiso bastante em livros e referências para criar meus cardápios, até mesmo na literatura, pois qualquer tipo de história é uma fonte válida para inspirações. Com isso procuro criar pratos que façam o paladar de meus clientes contarem histórias. Aliás, já ouvi algumas que até me emocionaram.

Enfim, todos são muito bem-vindos a conhecer nossa gastronomia autoral, de qualidade e que conta histórias. Então se acomode, sirva uma taça de vinho e acompanhe os próximos capítulos.